quarta-feira, 15 de julho de 2009

Só... por esta noite.

Só por esta noite...
Adormeço-me nos teus olhos.
Deixo que me embales os medos e me rasgues as fragilidades.
Só por esta noite...
Permitirei que me digas que me queres sempre e eternamente
Mesmo que eu conheça a dor de saber que tudo é finito
Só por esta noite...
Não penso em nada.
Não me despeço enquanto dormes nos lençóis de um quarto que nem reconheço.
Só por esta noite...
Não te dou um último beijo.
Saio em bicos de pés.
Fecho a porta de mansinho
Com medo que o bater da mesma ecoe na minha alma.
Só por esta noite.
Não olho para trás.
Haverão outras noites.
Haverão outros lábios.
Haverá outro corpo suado em meu corpo.
Haverá.
Haverão.
Outra noite.
Outras memórias.

4 comentários:

Observador disse...

Um pensamento "à flôr da pele".

Bj

intimidades disse...

lindo e cheio de sentimento

jokas

paula

Tudo de mim. Ou quase. disse...

Observador:

Sentimentos respirados nos poros.
Ou qualquer coisa parecida com aquilo que disseste... Já vem sendo hábito, não é? :)
Beijinho

Tudo de mim. Ou quase. disse...

Intimidades:

Bem-hajas. :))
Levo isso, pois então, como um elogio.
Espero que continues a pensar dessa forma.
Beijo