sexta-feira, 17 de julho de 2009

Regresso.


Poucas coisas serão mais felizes do que o regresso...



a casa.

3 comentários:

Observador disse...

Um regresso a pé?
Onde está o comboio?

Irrelevante...

Tudo de mim. Ou quase. disse...

O que importa é mesmo e só isso... o regresso.

Beijinho

Vieira Calado disse...

É verdade!

Até já escrevi um poema a esse respeito, e creio, tenho-o algures no blog.

Eu, pessoalmente, regressei após 11 anos e sei bem como foi.

Cumprimentos