terça-feira, 14 de julho de 2009

A dor de ser.

Estas e outras fotos em: http://www.yunphoto.net/pt/

As palavras explodem-me na boca.
Às vezes sinto-me velha. Cansada. Crestada pelo tempo.
Penso. Dói.
Não digo. Dói.
Dói-me cada palavra que me morre na garganta.
Reviro o mundo.
Contrario vontades.
Mantenho os pés assentes. No céu.

7 comentários:

Observador disse...

Uma eterna instabilidade?

Tudo de mim. Ou quase. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tudo de mim. Ou quase. disse...

Sim, talvez.
Ou uma eterna luta interior...

ManUel disse...

sinto como se fosse comigo !!!!!

Tudo de mim. Ou quase. disse...

Eu sei que me entendes Manel. Eu sei. :)
É bom sentir isso.
Beijinho

mdsol disse...

:))))
Boa surpresa. Lá e cá.
:)))

Tudo de mim. Ou quase. disse...

Normalmente nem aprecio surpresas... Temo o resultado. Mas este foi bom, lá isso foi! :)