quinta-feira, 16 de julho de 2009

Será mesmo?

in the cut




A solidão não ladra...



mas morde.

7 comentários:

Observador disse...

E por vezes deixa marcas.

intimidades disse...

nunca tinha pensado nisso assim

tens razao

Jokas
Paula

opinião própria disse...

A solidão não se ajusta à natureza humana...

Vieira Calado disse...

Os cães são ao contrário:


"cão que ladra não morde!"

(rs)


Cumprimentos meus

Pedro Branco disse...

A solidão é tudo e nada. Sei lá se ladra ou se morde! É tudo ao mesmo tempo...

ManUel disse...

ai não que não morde.... :S

Tudo de mim. Ou quase. disse...

Observador:
deixa imensas marcas, é verdade. Mas os raios de sol vêm com melhores dias e estes ajudam a cicatrizar as feridas.

Intimidades:
não sei se tenho razão ou não. Mas é assim que penso. :)

opinião própria:
não sei se concordo consigo.
O Homem é um animal social. Até aí estamos de acordo, certo?
Mas o facto de vivermos em sociedade não impede que estejamos no meio de uma multidão e sintamos o peso da solidão abater-se sobre nós. Quem nunca sentiu isto?

Vieira Calado:
talvez seja por isso mesmo que há uma expressão qualquer..."vida de cão". Nunca experimentei, mas deve ser boa.

Pedro Branco:
concordo em absoluto. Às vezes, a malvada, tira-nos tudo e deixa-nos sem nada.
Pensando bem, talvez o inverso da mesma frase também faça sentido...

Manuel:
é por isso que dizem que o cão são o melhor amigo do Homem. Pelo menos do dono... :)