sábado, 19 de setembro de 2009

Latejante.

Pensava que me tinhas esquecido. Depois, na quietude dos gritos mudos, ouvi melhor...

o teu coração continua a bater...

aqui.



" Que perfeito coração,
no meu peito bateria;
Meu amor, na tua mão,
nessa mão onde cabia,
perfeito, o meu coração."

1 comentário:

Observador disse...

Continua e há-de continuar.