quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Alguém conhece?



Eu pensava que só existiam dois géneros de pessoas. Pessoas do género masculino e pessoas do género feminino.
Nos últimos tempos, passei a ter conhecimento de outro género de pessoas.
Sabem aquele género de pessoas que, no meio do infinito amor que dizem nutrir, vos promete o céu, as estrelas e a Via Láctea inteira? Aquele género de pessoas que tem muitos princípios? Aquele género de pessoas cheias de moral e bons costumes? Aquele género de pessoas que faz de tudo para parecer politicamente correcto ( nota de rodapé: Estas pessoas não costumam ter um partido. Na verdade, vivem para agradar e nunca ferem susceptibilidades. )? Sabem? Conhecem? Anyone?

Eu pensava que não conhecia, mas fiquei a conhecer.

O (des)prazer foi meu e ala que se faz tarde!

Na minha vida não há espaço para pessoas deste género.
Por isso, para vocês, sim, vocês que se incluem neste terceiro género, só duas palavrinhas:


Vão-se foder! 






Pronto, não sou politicamente correcta e daí?
Sim, tenho opinião própria!
Sim, sou determinada.
Não, nunca me sentarei confortavelmente, qual espectadora da minha própria vida.
Nunca mudarei a minha vida para modo stand-by para que alguém tenha tempo de decidir o que quer que seja. A minha vida não pára!

Por isso, meus queridos deste terceiro género, se quiserem, até podem fazer-me um pirete. Mostrar-me o dedinho do meio. De qualquer forma, eu mostrei o meu primeiro!


8 comentários:

Pedro Branco disse...

Ora aí está uma coisa bem dita!

Passo sempre por aqui, mas deixo-me no silêncio. Hoje não. Porque sim.

Observador disse...

Ainda bem que não me considero incluido no terceiro género...

;)

Maria disse...

Assim se fala!

:)

Tudo de mim. Ou quase. disse...

Querido Pedro!

Eu sei que passas por aqui, mesmo que em silêncio, como acabaste de dizer. Tu conheces-me e eu conheço-te. E sei porque hoje quebraste o silêncio. Porque sim.

Tudo de mim. Ou quase. disse...

António (é muito melhor poder tratar-te pelo teu verdadeiro nome, sabes?):
Eu sei perfeitamente que não te incluis neste terceiro género. Felizmente. Para ti e para os que te rodeiam.
(Sorriso para ti)

Tudo de mim. Ou quase. disse...

Maria:
O mais importante nem é falar assim. Falar muita gente fala... O importante é pensar e agir. De preferência por esta ordem, embora eu seja perita em agir algumas vezes sem pensar... mas já faz parte do feitio, a impulsividade. Neste caso, foi uma decisão muito ponderada.

Beijinho

Deusa disse...

Ah mulher de garra...
Infelizmente esse terceiro género polula por aí... infelizmente são os que ficam bem na fotografia...
mas, e eu falo por mim, prefiro nem figurar de todo do que trair a pessoa que sou...
(há piretes tãooooooooo necessários para algumas pessoas...)
Kiss

Narizinho Lunático disse...

Assim é que é falar!! Sempre disse "'bora p'ra frente, que atrás vem gente"!! ;) Beijocas